Como é que Jesus é retratado no Evangelho de João?




Como é que Jesus é retratado no Evangelho de João? Ao longo do Evangelho de João, Jesus apresenta-se abertamente como o Filho divino de Deus, sem esconder a sua identidade como o faz em O Evangelho segundo Marcos. Assim, o autor do Evangelho de João não se limita a narrar uma série de acontecimentos, mas destaca detalhes que apoiam uma interpretação teológica ordenada desses acontecimentos.

Qual é a diferença de Jesus no Evangelho de João?

O Evangelho de João é diferente dos outros três Evangelhos do Novo Testamento. Este facto tem sido reconhecido desde a própria igreja primitiva. … Enquanto nos três evangelhos sinóticos Jesus come realmente uma refeição de Páscoa antes de morrer, no Evangelho de João Ele não come. A última ceia é de facto comida antes do início da Páscoa.

Quais são os sinais que Jesus realizou no Evangelho de João?





  • Semana 1: Transformar água em vinho (João 2:1-11)
  • Semana 2: Curando o Filho do Funcionário Real (João 4:46-54)
  • Semana 3: Cura do Paraolítico na Piscina (João 5:1-18)


  • Semana 4: Alimentação de mais de 5000 com peixe e pão (João 6:1-14)


  • Semana 5: Caminhada sobre a Água (João 6:15-25)

Quais são os 8 sinais do evangelho de João?

  • Casamento em Caná.
  • Discurso do Pão da Vida.


  • Alimentando os 5000.
  • Cura de um homem cego.
  • Cura de um paralítico.
  • Cura de um filho doente.


  • Jesus e a mulher apanhados em adultério.
  • Andar sobre a água.

Qual foi o propósito do autor ao escrever o Evangelho de João?

O lugar e a data da composição do Evangelho também são incertos; muitos estudiosos sugerem que foi escrito em Éfeso, Ásia Menor, cerca de 100 d.C. com o propósito de comunicar as verdades sobre Cristo aos cristãos de origem helenística.

Como é que Jesus prova que ele é o Messias?

Ao longo do Novo Testamento há provas de Jesus como o escolhido através da Sua ressurreição dos mortos e dos milagres que Ele realizou. O Messias foi enviado para salvar a humanidade, e esta salvação foi realizada através da Sua morte e ressurreição. Através desta declaração, Jesus é confirmado como o Messias.

Quais são os sete sinais em João e que propósito servem na mensagem do Evangelho?

Os sete sinais registados no Evangelho de João revelam algumas características muito significativas do poder de Jesus, e confirmam a Sua divindade. Têm também um propósito muito definido de provocar uma resposta de aceitação ou rejeição, crença ou incredulidade.



Como é que Jesus é retratado no Evangelho de Marcos?

retrata Jesus como um professor, exorcista, curandeiro e milagreiro. Ele refere-se a si próprio como o Filho do Homem. É chamado o Filho de Deus, mas mantém a sua natureza messiânica em segredo; até os seus discípulos não o compreendem.

Porque é que Jesus realizou os sinais?

Jesus fez os seus sinais perante os seus discípulos para que “eles pudessem vir a acreditar que Jesus é o Messias, o Filho de Deus, e para que acreditando [eles] pudessem ter vida em seu nome” (João 20:30-31).

Como é que Jesus é retratado no Evangelho de Lucas?

Lucas descreve Jesus no seu breve ministério como profundamente compassivo – cuidando dos pobres, dos oprimidos e dos marginalizados dessa cultura, tais como samaritanos, gentios e mulheres. Enquanto Mateus traça a genealogia de Jesus até Abraão, pai do povo judeu, Lucas traça-a até Adão, pai de todos nós.



Qual é a importância da fé no Evangelho de João?

Qual é a importância da “fé” no Evangelho de João? João deixa claro que apenas aqueles que acreditam em Cristo receberão o dom da vida eterna.

Qual é o tema do Evangelho de João?

No Evangelho de João, o tema central é o Logos divino, a Palavra que estava com Deus e que era Deus. Este LOGOS tornou-se carne e habitou entre os homens na pessoa de Jesus de Nazaré. João não diz nada sobre um nascimento sobrenatural.

Quantas vezes é usada a palavra sinais no Evangelho de João?

João usa o termo sinais, “semeion” em grego comum, 17 vezes no seu Evangelho [P. Brown, O Evangelho de João]. Uma vez que estes “sinais” ou milagres estão concentrados nos capítulos 1-12, muitos estudiosos chamam à primeira metade do Evangelho de João o “Livro dos Sinais”.

Porque é que João retrata Jesus como o Filho de Deus?

João 1:14, 18; João 3:16, 18), Jesus apresentou-se como Filho e não apenas como aquele que foi divinamente nomeado Messias (e portanto “filho” de Deus). Ele tornou-se mais do que um escolhido e ungido como representante divino para cumprir um papel escatológico no e para o reino.

Qual é a imagem de Jesus no Evangelho de João?

O Evangelho de João é mais conhecido pela sua apresentação de Jesus como a Palavra de Deus feita carne. Mas à medida que a narrativa se desdobra, os leitores descobrem que a identidade de Jesus é surpreendentemente complexa. Ele é retratado como um mestre, um curandeiro, um profeta e um Messias.



Quem é Jesus de acordo com os Evangelhos?

Jesus era o Messias (Cristo), o Filho de Deus que foi crucificado pelos pecados da humanidade antes de ressuscitar dos mortos, segundo os Evangelhos cristãos e os primeiros escritos cristãos.

Quantos sinais fez Jesus?

De acordo com o Livro de João, um dos quatro evangelhos do Novo Testamento, Jesus Cristo deu-nos sete sinais que provaram que ele era o Filho de Deus, o Messias.

Quem é João no resumo bíblico?

João era o filho de Zebedeu, um pescador galileu, e Salomé. João e o seu irmão Tiago estiveram entre os primeiros discípulos chamados por Jesus. No Evangelho segundo Marcos, ele é sempre mencionado depois de Tiago e foi sem dúvida o irmão mais novo.

Como é que o Evangelho de João chama os milagres de Jesus?

John, como deve ter notado, prefere usar uma palavra diferente para milagres na sua narrativa. Ele chama as curas de Jesus e outros actos de poder de “sinais”. Os “sinais” em João são basicamente os mesmos que os “milagres” ou “obras de poder” nos outros evangelhos?

O que é o livro da glória no Evangelho de João?



O Livro da Glória conta o regresso de Jesus ao seu pai celestial: conta como ele prepara os seus discípulos para que as suas vidas venham sem a sua presença física e a sua oração por si e por eles, seguida da sua traição, prisão, julgamento, crucificação, e aparições pós-ressurreição.

Quem são os destinatários do Evangelho de João?

Os destinatários deste Evangelho são em grande parte gentílicos. Isto pode ser visto pela referência aos “judeus” (passim) como inimigos de Cristo, bem como pelas muitas explicações, interpretações, e asides que seriam desnecessárias se o público fosse judeu (cf. p. ex., 1:38). 41, 42; 5:2, etc.).

O que podemos aprender com o apóstolo João?

  • Verdadeira amizade e devoção. Antes de mais, São João é um modelo de verdadeira amizade e devoção a Nosso Senhor.
  • verdadeira humildade. Também podemos aprender humildade com São João.


  • Santa Confiança. Finalmente, podemos aprender a santa confiança de S. João.

Porque é que João descreve Jesus como a Palavra?

Ao apresentar Jesus Cristo como a Palavra por quem todas as coisas foram criadas, João está a dizer que Deus escolheu Jesus como Seu mensageiro/messias para nos falar de Si mesmo. Jesus é Deus e o revelador de Deus Pai. … A criação é a revelação geral de Deus, mas Jesus Cristo é a mensagem pessoal de Deus para nós.

Quais são os 4 retratos de Jesus?

Como retratos, eles apresentam quatro poses diferentes de uma personalidade única. Mateus, pelo Espírito Santo, apresenta Cristo como Rei, Marcos como Servo, Lucas como Homem e João como Deus.

Quais são os temas dos Evangelhos?

  • O nascimento de Jesus.
  • O Ministério de Jesus em Lugares Diferentes.
  • Os milagres feitos por Jesus.
  • Semana da Paixão.
  • A sua Ressurreição e Ascensão.

Como é Jesus retratado na arte e na literatura?

Na escultura, Jesus foi retratado principalmente de duas maneiras: na cruz e no seu tribunal. A sua representação na cruz deu origem ao crucifixo (uma representação da figura de Jesus na cruz), que se tornou o uso iconográfico central de Jesus na Igreja Católica Romana.