Não É Não.

Não. Não. Não.
Não é Não.

Então qual é o medo
Que te assalta a calma
Que dilacera tua alma
Que te faz calar o grito no coração

Não. Não. Não.
Não é Não.

Então qual é a dúvida
Que te deixa assim insone
Que teu espírito consome
Que te faz sentir fugir dos pés o chão

Não. Não. Não.
Não é Não.

Então qual é a fantasia
Que te faz sentir toda torta
Que no espelho declama-te morta
Que te faz pensar que viver foi em vão

Não. Não. Não.
Não é Não.

Jauch

“I Want You, But I Don’t Need You”
(Momus)

I like you, and I’d like you to like me to like you
But I don’t need you
Don’t need you to need me to like you
Because if you didn’t like me
I would still like you, you see
La la la
La la la

I lick you, and I like how you like how I lick you
But I don’t need you
Don’t need you to like me to lick you
If your pleasure turned into pain
I would still lick – for my personal gain
La la la
La la la

I fuck you, and I love how you love how I fuck you
But I don’t fucking need you
Don’t need you to need me to fuck you
If you need me to need you to fuck
That fucks everything up
La la la
La la la

I want you, and I want you to want me to want you
But I don’t need you
Don’t need you to need me to need you
That’s just me
So take me or leave me
But please don’t need me
Don’t need me to need you to need me
Cos’ we’re here one minute, the next we’re dead
So love me or leave me
But try not to need me
Enough said
I want you, but I don’t need you

I love you, and I love how you love how I love you
But I don’t need you
Don’t need you to need me to love you
If your love turned into hate
Would my love have been a mistake?
I don’t know
I don’t know

So I’m gonna leave you
And I’d like you to leave me to leave you
But lover believe me, it isn’t because I don’t need you
(You know I don’t need you)
All I wanted was to be wanted
But you’re drowning me deep in your need to be needed
La la la
La la la

I want you, and I want you to want me to want you
But I don’t need you
Don’t need you to need me to need you
That’s just me
So take me or leave me
But please don’t need me
Don’t need me to need you to need me
Cos’ we’re here one minute, the next we’re dead
So love me or leave me
But try not to need me
Enough said
I want you, but I don’t need you


1Porque nunca é demais repetir: Não é Não.

2“I Want You, By I Don’t Need You” interpretada aqui pela Amanda FUCKING Palmer. Porque eu acho a letra absolutamente brilhante. Porque eu acho que essa letra tem tudo a ver com este pequeno poema. Porque ela é ela. E porque Não é Não.

3Porque NUNCA é demais repetir. Não. Não é Não.

35 comentários em “Não É Não.

  1. Foi o título de seu poema que me fisgou… Resolvi fazer dele a minha primeira leitura aqui no seu blog.
    Caramba, Jauch, muito bom! Com certeza vou conferir mais algumas de suas criações. Então, vou lhe seguir! =D
    Só não espere muitas visitas frequentes, sou meio relapsa nesse quesito.
    Porém, esteja certo de que apreciarei ler mais obras suas, se estas forem tão boas como este poema acima.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá! Que bom que gostaste! E não se preocupe. Eu tenho um texto sobre ter blogs e se tem uma coisa que eu sei é que não temos tempo para ler tudo que queremos, nem se fossem os melhores textos do mundo… Todos temos vida e precisamos dar atenção a outros aspectos dela. Alguns mais importantes do que isso, com certeza. Por isso, esteja à vontade 🙂
      Não sei se meus outros textos, antigos ou que ainda virão, vão lhe satisfazer, claro. Mas eu tento sempre fazer o meu melhor, pode ter certeza 🙂
      Beijinhos!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s