Paz de Espírito (I)

Porque eu gosto de água. Nada traz mais paz de espírito do que água. E poesia. Poesia brejeira, de preferência…

img_6506

img_6494.jpg

img_6496

img_6502.jpg


A Água

Meus senhores eu sou a água
que lava a cara, que lava os olhos
que lava a rata e os entrefolhos
que lava a nabiça e os agriões
que lava a piça e os colhões
que lava as damas e o que está vago
pois lava as mamas e por onde cago.

Meus senhores aqui está a água
que rega a salsa e o rabanete
que lava a língua a quem faz minete
que lava o chibo mesmo da raspa
tira o cheiro a bacalhau rasca
que bebe o homem, que bebe o cão
que lava a cona e o berbigão.

Meus senhores aqui está a água
que lava os olhos e os grelinhos
que lava a cona e os paninhos
que lava o sangue das grandes lutas
que lava sérias e lava putas
apaga o lume e o borralho
e que lava as guelras ao caralho

Meus senhores aqui está a água
que rega rosas e manjericos
que lava o bidé, que lava penicos
tira mau cheiro das algibeiras
dá de beber ás fressureiras
lava a tromba a qualquer fantoche e
lava a boca depois de um broche.

Manuel Maria Barbosa du Bocage


1Tenho tanta coisa, pra te falar… Mas falta tempo, que ganda azar…
E tenho tanto, de ti pra ler, mas sem o tempo, que vou fazer?
Rimas ruins, tão óbvio está… Mas eu sei rimar, eu chego lá!!!

2Ou não, pelos vistos… O.o
Acho que ainda não sou Bocage… xD

3As fotografias foram tiradas num maravilhoso dia de inverno no Jardim de Oeiras, em Oeiras, Portugal.

28 comentários em “Paz de Espírito (I)

      1. Que fixe! 😀 Eu sou capaz de um dia fazer um curso de Letras… Só porque sim. E um de filosofia. E um de história… Hum… Já cosneguimos viver até os 170 anos???? xD

        Curtido por 1 pessoa

      2. ^^ Eu quase fiz vestibular para História ou Filosofia. Mas depois acabei fazendo para Comércio Exterior, outro para Engenharia Elétrica e um para Engenharia Agronômica, que foi o que cursei… lol

        Curtido por 1 pessoa

      3. Eu sempre quis ser professor. Ou não. Talvez daí nunca ter me tornado um. Mas eu quis ser cientista. E lixeiro. E piloto de avião. E padre… Indecisão, a marca da minha vida…

        Curtir

    1. Quando descobri esse poema, foi paixão à primeira vista… rs 😂
      As fotos foram uma tentativa. Ainda estou aprendendo a fotografar. E com o puto à tira-colo querendo sempre brincar, não tenho muita margem para conseguir trabalhar as fotos como quero… rs

      Curtido por 2 pessoas

  1. Não conhecia o autor, muito grata por me apresentar. AS fotos são lindas. Quanto a “E tenho tanto, de ti pra ler, mas sem o tempo, que vou fazer?” é um fato, estou tentando buscar os artigos mais antigos do seu blog, mas o tempo (inimigo e amigo) não permite… Mas um dia também chego lá. Beijão, Jauch,

    Curtido por 2 pessoas

    1. Ivan Lins esteve aqui alguns dias atrás. Fez um show é deu algumas entrevistas. E me lembraste de um evento que acho, vou transformar em um pequeno texto… Será o Paz de Espírito (II) hehehehe

      Curtir

    1. Hello! Do you mean the last one, with the lullabies? It’s an amazing song, so beautiful and so sad at the same time… I used to sing a song to my son, that I didn’t remember the lyrics, so I just made up something for him and sometimes he ask me to sing to him at night… cheers!

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s