Não tenhas dó

Não tenhas dó

já tenho a roupa desfeita
minhas entranhas estão amareladas
dentro de mim tudo sabe a dor

as vezes de raiva, as vezes de prazer
quase sempre é torpor

mas fui tua companheira na solidão
por vezes teu único regalo
enviada ao exílio já nada importa

não te sinto, não me mintas
estou morta

se sonhei sonhos de outros tempos
se vivi vidas de outras almas

foi só porque sim

fiz o que fiz e disse o que disse
o arrependimento não é para mim

Jauch


1Essa poesia custou a sair…

2É sério…

10 comentários em “Não tenhas dó

  1. a poesia é assim, cheia de surpresas e complexa, o gênero quem sabe mais difícil. todavia, versos como estes: “fiz o que fiz e disse o que disse
    o arrependimento não é para mim”, têm a força e a densidade da palavra que se multiplica em sentidos e significados. o que você pensou continua intacto, mas o que nós pensamos, t~em outras vidas. grande escrito, Eduardo. abraço forte.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Não sei se faço poesia… Sei que parece… Mas sempre pensei nos poetas como senhores que buscavam palavras em tomos antigos e empoeirados, e depois mediam-nas com réguas de madeira… Eu só consigo pensar em colocar no “papel” aquilo que sinto, e como eu vejo o mundo, e que as palavras sejam capazes de carregar isso cá para fora. Pelo menos eu tento. Se calhar tudo é poesia 🙂 E sim, quando se dá algo, já não é mais nosso 🙂 Abraços!

      Curtir

    1. Obrigado! ^^
      E é sempre assim né? O que pretendemos é fruto de acharmos que os outros somos nós… lol Mas cada um é cada um. Ainda assim, é divertido que, por um mero acaso, vão, possivelmente, pensar em algo que não era o que eu pensava enquanto escrevia. Mas é assim, os filhos são do mundo 🙂

      Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigado! Sabe o que é curioso? É que eu tinha uma ideia muito específica sobre o que eu queria escrever… E daí ter demorado tanto…
      Mas, eu acho que aquilo que eu senti/idealizei para esse poema, não é o que as pessoas vão entender… E isso é genial! ^^

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s