Velha Infância (Ou Os Peixinhos)

Os Peixinhos
(Tribalistas)

Os peixinhos são
Flores sem o chão
Nadam, boiam, fazem bolhas
E bolinhas de sabão

Como lindos são
Coloridos tão
Espirrando gotas
Como notas na canção

Nas vitrines máscaras de aquários
Dos mergulhadores
Furtam do arco-íris tantas cores
Ultravioleta, infravermelho
Degradée e fúcsia
Todas as modulações do espectro

Os peixinhos são
Flores sem o chão
Nadam, boiam, fazem bolhas
E bolinhas de sabão

Como lindos são
Coloridos tão
Espirrando gotas
Como notas na canção

Nas escamas brilha espelhada
Toda a luz do sol
Verde, azul, vermelho, ouro e prata
Segue junto com o seu cardume
Pra enganar o anzol
Aquarela colorindo a água


Sim. Não. O Título deste texto É uma alusão à música “Velha Infância” dos Tribalistas. Mas a música que eu queria mostrar era essa. Os Peixinhos. Não só. Essa versão específica. Porque além de Arnaldo, Marisa e Carlinhos, há ali uma quarta voz, uma voz Portuguesa. Carminho. Como eu sou Brasileiro, mas vivo Portugal, acho que faz todo sentido. Não?

Do trio original, apenas o Arnaldo parece ter mudado. Marisa continua a mesma, ela mesma. Carlinhos continua o mesmo, parece que não está nem aí. E o Arnaldo? Ele parece que está cada vez mais alucinado. Não sei se isso é bom ou ruim. Provavelmente nem um nem outro. O mundo é assim. Fim.

E eu ainda lembro da cozinha da casa antiga, do piso vermelho, das paredes de madeira infestadas de cupim, da geladeira azul que era mais velha do que a gente, das minhas irmãs e amigos, a ouvir os Tribalistas…

E agora, 15 anos depois, os peixinhos…

Se você tem a minha idade, ou perto dela, ouvir esta música não te traz um gosto de passado? Um sentimento de que, se calhar, estás a ficar velho? Uma sensação de que gastou uma boa parte da sua vida dando valor às coisas erradas e que, se calhar, aquilo que ficou lá atrás é que era importante?

A tua infância? A tua velha infância?

Talvez não. Não faz mal. Cada um é cada um.

12 comentários em “Velha Infância (Ou Os Peixinhos)

Adicione o seu

  1. Entre “geladeiras e frigoríficos”… gosto muito desta versão dos “peixinhos” com a colaboração da nossa Carminho. Formaram uns belíssimo “quadribalistas”!

    Em complemento…
    …o primeiro frigorífico da minha infância era branquinho, teria hoje cinquenta anos…e guardava gelados que a minha mãe fazia! Mesmo com palhetas de gelo dentro, esses gelados eram sempre desejados e maravilhosos!
    Gostei do post!

    Curtido por 1 pessoa

  2. os Tribalistas, os peixinhos, a infância, a geladeira…na minha digamos passagem pela infância até o início da adolescência era o velho e inigualável rock dos anos 60, a Jovem Guarda, Bossa Nova, e não lembro mais, afinal o tempo está ficando muito distante para mim. geladeiras, peixinhos…tudo o que me vem agora é uma saudade infinita que não cabe dentro da própria palavra. belo e sensível, Eduardo.

    Curtido por 2 pessoas

    1. E não é? Quanta gente, no Brasil, quiçá no mundo, cresceu olhando para uma geladeira azul… E levando sermão da mãe por abrir a porta esperando encontrar alguma coisa que não estava lá cinco minutos antes…

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

Rhysling's Guitar

A Celebration of Science Fiction & Fantasy

The Godly Chic Diaries

Smiling • Writing • Dreaming

catarse dedilhada

Um lugar onde aquecer as mãos

É PolianÊ, não PolianA

Onde eu falo sem pensar o que, na verdade, já pensei demais. Um relicário de futilidades de minha pacata vida. Qualquer semelhança com pessoas e lugares reais, NÃO é mera coincidência.

Emerson Lossi

Entrevista e Entretenimento

Angústias de Uma Mente Sã

Por Matheus Maestri David

Schnippelboy

Ein Tagebuch unserer Alltagsküche-Leicht nachkochbar

O Dia da Liberdade

Family and Lifestyle

Astrogirl

Obsession driven to infinity

Sonhos de Dragão - Zhavvorsa Atthirarido

"Um leitor vive mil vidas antes de morrer, o homem que nunca lê vive apenas uma." - George R. R. Martin

DesEnvolVida

Desenvolver, Envolver, Viver com a Psicologia

Artesanato Cacal com L

Livre Criatividade

As Contistas

Projeto Literário

Ventos de Oyá

Aqui me encontro nua e crua com os meus pensamentos, opiniões, poesias e divagações.

Você Também Pode Tocar

VEJA AQUI TUDO SOBRE VIOLÃO...

Nem um verso a menos

Amor e poesia, são tudo que eu tenho, quando sinto, não falo, escrevo. Nem um verso a menos.

Fuleiragem Científica

Contos de Ficção Científica do Atraso

newstyleladymadelaine.wordpress.com/

Moda, Tendências Actuais, Beleza, Decor, Dicas Blogando, Compras OnLine, Fashion Chique Portugal

P. R. Cunha

escritor, fotógrafo & músico

Capítulo 1

O seu BLOG de Literatura Fantástica, RPG & SAGAS

Frases e pensamentos

Bem vindos! Esse blog foi criado para dividir com diversas pessoas pensamentos e frases positivas, para que elas tenham um dia renovado de experiência boa, pois o ser humano tem a capacidade de se renovar em tudo.

22:22

Faça um desejo

Júlia Varela.

"Don't grow up too fast and don't embrace the past"

Sismofólio

Gabriel Savaris Ignácio

passapelamente

pensamentos íntimos e profundos de uma mente confusa

Textos sobre carris

Pensamentos e sentimentos traduzidos em palavras

it rains in my heart

Just another WordPress.com site

detudoeoutrascoisas

Não temos apenas um perfil ou dimensão. Não nos interessamos apenas por um único assunto. Aqui quero falar um pouco de tudo que me interessa. E quem sabe também não interesse alguém?

Nutshellbits

Dicas de escrita, cinema e literatura!

CALIATH

Poetry

IDEIAS EM BLOG

Um canal para divulgar ideias, informações e entretenimento

Cana Wind

"La moraleja de esta historia es que esto es un lio"

Culturando Geral

As melhores dicas (sem enrolação) você encontra aqui!

Comendo pelo mundo

Para amantes de gastronomia e viagem @comidas_mundo

Resenha, artigo, texto...

Valter Bitencourt Júnior, poeta e escritor, de Salvador, Bahia, Brasil.

ChronosFeR2

Fotografia, Literatura, Música, Cultura.

FRIAS

Poetry. Views. Advise.

Kiko Simões

Vende-se Alma

%d blogueiros gostam disto: