Eu & 5 de Portugal #7

O Passado…

O passado é um sonho que precisa ser sonhado. E cada sonho que sonhamos é diferente, porque o passado é um sonho que não se repete.
Eu sei. Temos medo do passado. É no passado onde estão os nossos fantasmas. Temos medo que eles nos vejam e voltem… E como crianças pequenas fechamos os olhos e nos escondemos debaixo das cobertas. Mas de olhos fechados o futuro não vem.
O passado é um sonho que precisa ser sonhado, porque são nossos sonhos que moldam o futuro. E o Futuro, sem sonhos, não tem razão de ser…

A porta convida. A luz convida. A noite convida. Entra…
Did you bring the carrots, little human?
Brinca como se não houvesse amanhã. Não há…
Miau!
Portugal… Verão. Ontem? Ou teria sido há 20 anos?

Constant Craving

K.d. Lang (interpretada por John Paul White)

Even through the darkest phase
Be it thick or thin
Always someone marches brave
Here beneath my skin

And constant
(Constant)
Craving
(Craving)
Has always
(Always)
Been

Maybe a great magnet pulls
All souls to what’s true
Or maybe it is life itself
That feeds wisdom to its youth

Constant
(Constant)
Craving
(Craving)
Has always
(Always)
Been

Craving
Ah, constant craving
Has always been
Has always been

Constant
(Constant)
Craving
(Craving)
Has always
(Always)
Been
Constant
(Constant)
Craving
(Craving)
Has always
(Always)
Been

Craving
Ah, constant craving
Has always been
Has always been
Has always been
(Has always)
Always been
(Has always)
Always been
Has always been
Has always been
Has always been


1Não. Não sei porque raios é que os burricos falam em Inglês…

2Não. Não sei porque raios é que os gatos falam em Miês…


O meu dia da criança…

Happiness Does Not Wait

(Olafur Arnalds)

 


Querer

Eu tive mãe. E eu tive pai.
Eu fui criança e ainda seria.
Toda feliz e despreocupada.
Mas eles aqui já não estão mais.

Meu pai partiu quando eu fui embora.
Ele disse à minha mãe que era pra sempre.
Ainda lembro do rosto dele na rodoviária.
Eu disse adeus e nem sabia.

Minha mãe partiu algum tempo depois.
A cama vazia não enchia o coração dela.
Foi embora assim devagarinho.
Um pouquinho todo dia.

Mas eu tive mãe e tive pai.
E nesse dia, tudo o que eu queria.
Era ter eles aqui, pra voltar a ser criança.
Nem que fosse só uma vez mais.

Jauch

du05


Eu tinha tanta coisa pra dizer… Mas essa dor no peito e os meus olhos marejados não deixam. Fica isso que consegui escrever por entre as gotas de chuva que cairam do meu peito. Que eu queria contar-te do meu querer. E agora só me resta adormecer, e sonhar com quando eu tinha pai e tinha mãe, e voltar a ser criança…