A noite do mundo

A consciência chegou como quem não quer nada e, num rompante, deixa escapulir um beijo suave e sereno. Os olhos, pesados, piscaram. Nada. Não havia diferença entre o vazio do sonho e a escuridão da realidade. Ou seria o inverso? Decidiu. Estava escuro. Mexeu-se e a dor lancinou-o. Uma dor que parecia estar ali desde sempre. Sentia-se velho e o corpo parecia querer garantir-lhe que estava certo.

Segundos, minutos, horas. No escuro o tempo não existe. Deu-se conta do cheiro a mofo que pairava no ar, tão forte que pareceu-lhe ser possível tocá-lo. Uma urgente necessidade de sair dali abateu-se sobre ele. Pânico. Fechou os olhos e concentrou-se na sua respiração, até acalmar. Sentou-se com dificuldade. Tateou em redor e encontrou uma vela e fósforos. Riscou um e fez luz.

Continuar lendo “A noite do mundo”

Zumbis e Vampiros Mordendo-se

Fica aqui, como sugestão de leitura, um texto curioso e com alguma piada, do blog Letras Elétricas, principalmente quando menciona os vampiros da obra Crepúsculo. Quem curte terror, filmes de vampiros/zumbis e RPG certamente vai achar interessante.

O autor é o José Geraldo Gouveia, que conheço (não pessoalmente, infelizmente) desde 2009, salvo engano, quando ainda andávamos pela excelente rede social que era o Orkut (Facebook, você não é nada aos pés do Orkut. Morra de inveja).

O texto é uma resposta do José a uma questão feita no site “Quora”, em que há uma detalhada caracterização dos diferentes tipos de Vampiros e Zumbis, de acordo com diferentes tradições. Para quem não conhece, o Quora é uma espécie de Yahoo Respostas, mas muito melhor… rs

Aliás, recomendo não apenas este texto, como todos os outros. Vale a pena conferir e seguir.

Ao contrário do que possa parecer, esta postagem não foi, de nenhuma maneira, inspirada pelo conto “O Ataque dos Zumpiros”, de Alec Silva, mas escrita em 29 de março de 2016 como resposta a uma pergunta do Quora.com Se um vampiro é mordido por um zumbi, nada de realmente bom pode acontecer. Mas o que…

via Zumbis e Vampiros Mordendo-se — Letras Elétricas