Manuela Não Acreditava no Amor

Porque esse é um dos meus contos preferidos, e muita gente ainda não o conhece…

Vale a pena a leitura. 😉

O Blog do Jauch

Manuela não acreditava no amor. Também não acreditava em gnomos, carros ou dentistas. A verdade é que simplesmente não acreditava. Fosse no que fosse. Aliás, Manuela não tinha nome. Não de nascença, pelo menos. O “Manuela” surgiu já muito tarde em sua curta vida. Somando-se o facto de não acreditar no amor, pode muito bem ter sido culpa do nome que lhe fora impingido, à revelia, a verdadeira causa do seu trágico fim. Quem poderá afirmar com toda a certeza?

Ver o post original 470 mais palavras

Blog no WordPress.com.

Acima ↑